Para adicionar aos favoritos faça Ctrl + d



Passos a tomar antes da apresentação de uma Proposta de Crédito

A compra de uma casa com recurso ao crédito deve orientar-se segundo os seguintes passos – atenção, não passar directamente para o ponto 4 (escolha da casa):

  1. Reunir uma certa quantia para o valor de entrada. Pelo menos 20 a 30 mil euros. Destes, cerca de 5 000 euros serão para o pagamento de custos iniciais;
  2. Avaliar a disponibilidade financeira mensal que será possível dedicar ao pagamento da renda. Esta não deverá ser superior a 40% - Taxa de Esforço;
  3. Fazer simulações online. Para tal pode utilizar o nosso Simulador Rápido ;

    Nesta altura é então possível ter uma ideia do valor máximo da casa que poderá comprar. É então altura de;

  4. Escolher a casa. É comum o cliente começar por este ponto. Essa é uma atitude arriscada uma vez que o cliente pode não ter folga financeira suficiente. Isto pode trazer problemas tanto a curto prazo – o banco pode recusar o empréstimo – como a longo prazo, quando já na sua casa nova o cliente se vê em dificuldades para cumprir com os pagamentos estipulados e é obrigado a renegociar o contrato que lhe acabará por sair mais caro;
  5. Antes de escolher a sua nova casa, clarifique
    quanto dinheiro tem para entrada e qual o valor
    máximo da prestação que poderá pagar.
  6. Voltar a fazer simulações online agora com os novos dados, os quais são mais rigorosos;
  7. Agora já sabe com algum rigor qual o valor da casa a comprar, qual o montante a pedir emprestado ao banco e já se tem uma ideia do valor a pagar pelas prestações. Alterando alguns parâmetros, nomeadamente, aumentando o prazo do empréstimo e o recurso a um período de carência ou a um valor remanescente é possível baixar um pouco o valor das prestações, no entanto, é importante relembrar que estas opção implicam sempre um aumento no custo do empréstimo;

  8. Recolha de informação mais detalhada. Contactar cada banco (pelo menos uns 3 ou 4) e obter toda a informação necessária;
  9. Ida ao balcão de cada um destes bancos - obtenção das Fichas de Informação Normalizada;
  10. Comparação de todos os prós e contras de cada proposta;
  11. Negociação detalha com várias entidades financeiras em paralelo. Com toda a informação em sua posse, já pode começar a negociar o seu possível crédito com os bancos envolvidos. Afirmando que o banco do lado oferece algo a mais, é sempre possível conseguir alguns benefícios em relação aos apresentados inicialmente;
  12. Tomada de decisão em relação ao crédito a subscrever;
  13. Apresentação da proposta de crédito.